quinta-feira, 11 de junho de 2009

POETA CONDENA CENSURA NA IGREJINHA DE BRASÍLIA


Nicolas Behr envia carta ao Correio Braziliense protestando contra censura

Sr. Redator,

Toda criação deve ser livre, não pode sofrer constrangimentos de nenhuma natureza. Geleno é um artista plástico com obras de alta qualidade,reconhecido no Brasil e no exterior.
 
 A Igrejinha, assim como toda Brasília, nasceu sob o signo da arte, da inventividade, da ousadia. As pinturas criadas por Geleno no interior do templo são singelas,brasileiríssimas, que em nada atentam contra a fé cristã. Pelo contrário: reforçam os vínculos dos brasileiros com a sua religiosidade. A arte da Igrejinha não pode ficar refém de meia duzia de beatas que reuniram 68 assinaturas numa comunidade, as superquadras próximas, onde vivem pelo menos 10.000 pessoas.
 
Galeno é um artista consciente do seu papel, pessoa responsável, sensível, e que já fez mudanças nas obras, atendendo pedidos de frequentadores da Igrejinha. Algumas pessoas ainda não entenderam a idéia de Brasília. Que a luz do Espirito Santo as ilumine.

Nikolaus von Behr, Lago Norte










2 comentários:

luis turiba disse...

Resa escreveu:

"cheguei em casa agora e me toquei de ter lido no seu blog à respeito da igrejinha

é legal neguinho se tocar a respeito da reforma no palácio da alvorada em relação aos jardins do burle marx e do painel de mestre athos

vão mexer?

Mariângela disse...

"Toda criação deve ser livre, não pode sofrer constrangimento de nenhuma natureza". Concordo, assim como a expressão religiosa também é livre e não deve sofrer constrangimento de nenhuma natureza! "Galeno é um artista plástico com obras de alta qualidade,reconhecido no Brasil e no exterior", mas isso não lhe dá o direito de ultrapassar limites alheios.
"A arte da Igrejinha não pode ficar refém de meia duzia de beatas que reuniram 68 assinaturas numa comunidade, as superquadras próximas, onde vivem pelo menos 10.000 pessoas". Cuidado com o preconceito religioso. Parabéns as 68 pessoas que estão exercendo seu direito de se expressar e lutar por aquilo que acreditam, exercendo a democracia. Quem são essas 10.000 pessoas? Brasileiros alheios! Não representam nada em um espaço tão pequeno quanto a Igrejinha. Comentários assim carecem de pesquisa séria para se saber realmente quem são!